Pular para o conteúdo

Ciberataques: cuidados necessários com ameaças cibernéticas

Para lidar com ameaças cibernéticas, é necessário munir-se de informações sobre os principais tipos existentes no meio virtual. Isso significa estar a par das “tendências” que os criminosos virtuais seguem atualmente. Só assim, torna-se possível desenvolver um plano de ação pautado em estratégia contra o inimigo.

Nesse artigo, traremos dados para que você obtenha essa base e possa blindar sua empresa contra esses crimes.

Ciberataque e dados mais recentes – uma ameaça constante e silenciosa

Nas conexões da internet, um invasor pode se esconder entre um dispositivo e o ponto de conexão. E uma rede, identidade, dispositivo ou dado que tenha valor (como propriedades particulares, financeiras, infraestruturas etc.) precisa se precaver contra as inúmeras ferramentas de acessos maliciosos.

Segundo o relatório de ameaças cibernéticas Sonic Wall 2019, que traz novidades globais sobre esse setor, na pesquisa sobre “Tendências de ciberataques globais de 2018”, constata-se que 22% desses ataques são por malwares, 11% por ransomware, 38% são tentativas de invasão e 56% constituem ataques a aplicações via web.

No cenário nacional, o Brasil, dois anos atrás, ocupava o 7º lugar entre os países que mais geravam ciberataques no mundo, conforme Relatório de Ameaças à Segurança na Internet (ISTR) que incluiu 157 nações.

Esse mesmo relatório detectou a ameaça criptojacking, modalidade que surgiu em 2017, com as transações de criptomoedas. Nesse caso, atacantes instalam um vírus em dispositivos (smartphones, servidores ou até celulares) para que eles procurem ativos. Apesar de apresentar queda em 2018, com a baixa dos valores de criptomoedas, esse vírus ainda causa danos.

Podemos citar também, como ameaça latente, o crescimento de ataques baseados em arquivos maliciosos escondidos em sessões criptografados, devido ao aumento do tráfego criptografado por SSL/TLS na Internet, que em 2017 representou 68% do tráfego total. Foram mais de 2,8 milhões de ataques criptografado em 2018, um aumento de 27% se comparado ao ano anterior, conforme a Sonic Wall.

Como proteger sua empresa de ciberataques, efetivamente?

Há vários recursos que previnem sua empresa de entrar nas estatísticas dos ataques virtuais. O firewall é uma peça-chave para sua linha de defesa entre o dispositivo e a internet. Contudo, criminosos já conseguem manipular arquivos confiáveis do Office e PDFs para ajudar o malware a contornar firewalls tradicionais.

Portanto, soluções mais avançadas desses antivírus são mais certeiras para uma empresa que lida com dados importantes. E o investimento nessa direção deve ser questão prioritária.

Em relação ao phishing, houve uma queda mundial de 4,1% em 2018 em relação a 2017, segundo a Sonic Wall. Em contrapartida, os crimes agora são direcionados a ataques segmentados, estratégicos, incluindo comprometimento a e-mails corporativos, invasões de conta, entre outros.

Na sequência das defesas imprescindíveis à segurança do seu negócio, destaca-se ainda um sistema de backup eficiente, com RTO (Recovery Time Objective) eficaz e monitoramento por suporte profissional, ou seja, uma empresa especializada para essa missão tão importante é outra blindagem essencial. E essa rede inteligente deve estender-se para todos os usuários, incluindo dispositivos, laptops ou desktops.

Como atuamos para manter nossos clientes protegidos

A Century Telecom oferece produtos e serviços alinhados com o que há de mais moderno em TI e Telecom. O Internet Firewall fornece uma solução completa de segurança, monitoramento e controle das conexões de rede do cliente. E por meio de um único dispositivo integrado ao acesso à internet, abre o leque de várias funções de proteção, tais como firewall de rede, prevenção de intrusão e vazamento de dados, antivírus e antispyware, além de monitoramento e controle das conexões de internet.

A Century Telecom atende às necessidades de confiabilidade, proteção de dados e controle de tráfego de internet da sua empresa por meio de uma plataforma de firewall de próxima geração (NGFW) e gerenciamento unificado de ameaças (UTM).

O combate à vulnerabilidade envolve uma consultoria que dá suporte ao desenvolvimento de projetos, com serviços de auditoria, análises, redes e aplicações.

Com esse verdadeiro exército de apoio na identificação e elaboração de estratégia para conter os riscos no trato das informações, sua empresa vai assegurar a reputação e a integridade necessárias ao seu negócio.

Contrate agora as soluções Century Telecom