Pular para o conteúdo

Internet segura: segurança de redes na Lei Geral de Proteção de Dados

A internet segura é um movimento motivado pela sociedade civil que visa o uso mais responsável e consciente da web no Brasil, não só cobrando políticas públicas adequadas, mas também conscientizando os internautas quanto ao uso seguro da rede.

Segundo dados do relatório “2018 Global Digital”(We are Social)”, o Brasil está entre os três países do mundo onde a população passa em média mais de 9 horas do dia navegando na  internet. Número bem acima da média mundial, que é de apenas três horas e meia.

Sendo assim, com tantas horas de conexão em um território que parece um universo paralelo, mas com consequências diretas no mundo real, são necessárias regras, direitos e deveres para que se estabeleça um local mais positivo e com menos perigos às pessoas.

A Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD

Nesse contexto, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (nº 13.709), ou LGPD, representa um marco legal para a proteção de informações pessoais e à privacidade no país.

Essa normativa regula como as empresas do setor público e privado devem tratar os dados pessoais que coletarão dos cidadãos. Essa legislação prevê punições para transgressões e tem o objetivo de proteger os direitos fundamentais de liberdade e privacidade da pessoa.

Sancionada em 13 de agosto de 2018 pela Presidência da República, na LGPD executivos e proprietários de empresas serão obrigados a dar prioridade a esse assunto. Até fevereiro de 2020, todas as empresas precisarão se adequar às regras.

De fato, essa lei impulsionará indiretamente os processos de digitalização no país. Será necessário pensar em métodos de monitoramento e proteção de dados, como a utilização de softwares de proteção e investimentos em tecnologia.

Por exemplo, corporações precisarão de sistemas de segurança de rede como firewall e processos relacionados a Data Loss Prevention – DPL, software de prevenção de perda de dados que detecta possíveis violações de dados detectando e bloqueando informações confidenciais enquanto em uso, em movimento e em repouso.

Safer Internet Day

Políticas públicas são lançadas com o propósito de tornar esse universo digital mais seguro.

Alinhado a esse intuito, todo dia 5 de fevereiro acontece o Safer Internet Day, iniciativa anual organizada pela ONG Safernet, em parceria com a sociedade, que promove atividades de conscientização em torno do uso seguro, responsável e ético das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs).

No Brasil, esse também é um dia para refletir sobre o tema. Esse ano, estatísticas recebidas em 2018 pela Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos apontaram diversos casos relacionados à cyberbullying e sexting (vazamento de imagens íntimas), entre outros.

A Century Telecom oferece aos clientes soluções alinhadas ao que há de mais moderno em TICs, principalmente quando o assunto é internet segura e segurança de dados.

No portfólio, podemos citar o Internet Firewall, que fornece a solução de segurança com monitoramento e controle das conexões de rede dos clientes. Por meio de um único dispositivo integrado ao acesso da internet, fornecerá muitas funções de proteção como firewall de rede, prevenção de intrusão e vazamento de dados, antivírus, entre outros.

Já o Cloud Connect é uma conexão dedicada a provedores de serviço de computação em nuvem, interligados de forma segura e de qualidade.

Quer saber mais como podemos ajudar sua empresa a se manter protegida e preparada para as diversas nuances do mercado? Navegue em nosso site e conheça o melhor para o seu negócio!

Contrate agora as soluções Century Telecom